Postado por

Quando adquirimos uma pilha ou uma bateria, não pensamos como vamos descartá-las após seu uso, achamos ser um material comum e acabamos nos desfazendo dela incorretamente, acreditando que fizemos o certo. O que você não sabe é que existe uma forma correta para o descarte de pilhas e baterias.

Como fazer o descarte de pilhas e baterias

Composição dos materiais

A pilha é um dispositivo eletroquímico que leva aproximadamente de cem a quinhentos anos para se decompor. Seu descarte incorreto promove a poluição e contaminação do solo e lençóis freáticos pois em sua composição possuem metais pesados como chumbo, cádmio, o mercúrio, entre outros, que são capazes de causar doenças como o câncer.

As pilhas possuem vida útil de curto prazo, diferente das recarregáveis que podem ser reutilizadas como as baterias.

Por terem a capacidade de serem carregadas constantemente são consideradas com mais durabilidade, elas são produtos descartáveis, por que após seu uso não tem mais nenhuma serventia.

Sendo classificadas em primárias e secundárias, a diferença entre elas é que as primárias não são recarregáveis e as secundárias são recarregáveis, existem vários tipos de pilhas e baterias, daí a importância do descarte de pilhas e baterias corretamente.

Tipo de pilhas e baterias

A medida que a tecnologia evolui, com ela novos materiais vão surgindo, entre os principais podemos destacar:

  • Bateria de lítio: (ex: bateria de placa mãe);
  • Pilha seca ou pilha ácida: (ex: pilha comum);
  • Pilha alcalina:(é um tipo de pilha comum, porém com mais durabilidade que a pilha seca);
  • Bateria selada:(baterias para equipamento hospitalares, automóveis e iluminação);
  • Bateria de níquel cadmio (pilhas recarregáveis);
  • Baterias de chumbo (baterias usadas em automóveis);
  • Bateria de íon-lítio (bateria de celular);
  • Bateria de hidreto metálico: NIMH (pilhas recarregáveis).

Descarte correto de pilhas e baterias

 As pilhas precisam ser descartadas em lugares especiais, por serem muito poluentes, não pode ser simplesmente depositada em um lixo comum.

Todos os pontos de vendas são obrigados por lei, a receber de volta do cliente as pilhas e baterias usadas, ou seja, já que não tem mais utilidade, devem ser redirecionados ao descarte consciente.

As empresas fabricantes também são responsáveis por essa coleta eficiente, onde às pilhas passam por algum tipo de tratamento, que possibilite um descarte que não seja nocivo ao meio ambiente.

Por se tratar de produtos descartáveis, as pilhas e baterias começam a oferecer riscos quando não tem mais utilidade.

O problema começa quando são descartados de maneira incorreta, pois ao se decompor, se deformam, amassam, estouram e começam a vazar líquidos tóxicos de dentro delas.

Esses líquidos são compostos por metais agressivos e os mesmos atingem a natureza, contaminando principalmente o solo. Elas não podem ser descartadas em um lixo comum, apesar de parecer inofensiva, é um dos materiais mais poluentes e nocivos ao meio ambiente.

Cuidados importantes

Devemos tomar cuidado ao comprar pilhas, pois no mercado existem muitos produtos piratas a qual não temos suporte de empresas responsáveis pelo seu descarte. Estas possuem uma maior concentração de substâncias tóxicas do que as pilhas e baterias regularizadas e fiscalizadas.

Lembrando que dependendo do tipo e classificação da pilha e bateria trata-se de produtos descartáveis, ou seja, de uso único, então temos que ter a máxima atenção ao se desfazer dela.

Em resumo…

O importante é que após o término de sua vida útil, pilhas e baterias sejam direcionadas para um ponto de coleta na sua cidade ou perto de sua residência. Ainda existem postos de coletas dos fabricantes, ou os postos de vendas onde o mesmo sofrerá um descarte ecológico.

Esperamos que a partir de agora você tenha compreendido a importância do descarte de pilhas e baterias, tendo essa atitude positiva estará ajudando o meio ambiente, o seu futuro e da sua família.