Postado por

No início do ano, depois das férias, pais e alunos se preocupam com a lista do material escolar. O mercado muitas vezes explora nos preços de cadernos e livros didáticos, a ordem é economizar no material escolar.

O material escolar é solicitado através da lista de material escolar apresentada pela escola e pelo professor. Nessa época, os pais lotam as lojas na busca de itens com preços mais baratos.

As compras podem ser feitas em papelarias, livrarias, lojas de departamentos e também em nossa loja pela internet.

Economizar no material escolar

Economizar no material Escolar

Em primeiro lugar evite os abusos. A lista de material escolar é do aluno e não da escola, ou seja, a lista deve solicitar o material que o aluno irá utilizar e não os produtos de limpeza e de administração que serão usados pela escola.

A escola pode pedir doações, mas em outra lista de doação voluntária. É tradicional, as escolas adicionarem itens de limpeza como alvejante e sabão em pó na lista de material escolar, isso não é permitido.

Para economizar de verdade na lista de material escolar, leia as orientações que selecionamos a seguir para você e seu filho.

Reutilize material

Para economizar no material escolar reutilize, ou seja, antes de ir até a loja comprar todos os itens, veja quais materiais do ano anterior ainda estão em bom estado e reutilize.

Verifique se a mochila, a tesoura, a régua, as canetas, pincéis, o estojo, o dicionário e outros itens estão em bom estado de conservação e os mantenha em uso.

Troca de livros e de itens

Muitas escolas realizam feira de troca de livros e de itens. A troca permite adquirir um livro, um caderno ainda não usado, caixa de lápis de cor com pouco uso entre outros.

É tradicional, as escolas realizarem feiras de revenda de livros usados para a aquisição dos títulos didáticos com menor preço em comparação ao novo na livraria. Neste caso, verifique se a edição revendida é igual à nova edição disponível na livraria.

Pesquise

Economizar no material Escolar - Livros

Depois de reaproveitar e trocar determinados itens, na hora de comprar novos livros, novos cadernos e novas ferramentas de aprendizado pesquise bastante. Compare preços e desconfie das listas prontas oferecidas pelas papelarias parceiras das escolas.

Com relação aos livros, pesquise bastante, pois os livros didáticos costumam ser os itens mais caros. Pense na possibilidade de encomendar diretamente nas editoras. Isso ajuda a economizar no material escolar.

Grupo de compras

Forme grupo de compras, ou seja, reúna outros pais e responsáveis para comprar livros, cadernos, papel e materiais de pesquisa em grande quantidade numa encomenda conjunta, dessa forma o grupo aumenta o poder de barganha e conseguirá boas ofertas com descontos no preço final.

Evite marcas famosas

Na hora de comprar um caderno, não será o personagem da Disney ou da Warner que fará o seu filho escrever melhor. Ao invés de pagar 100,00 reais por um caderno que estampa a imagem de um personagem famoso, escolha cadernos similares sem o uso de marcas licenciadas, o preço do produto será muito menor mesmo que o caderno seja feito com capa dura.

O mesmo se aplica na compra de uma mochila, de um estojo, de uma tesoura. Portanto é possível formar o material escolar gastando menos.

Agora que você já sabe como economizar uma boa grana no material escolar de seus filhos, não esqueça de ficar atento as novidades semanais sobre economia aqui em nosso blog.