Postado por

Qual é a diferença entre a pilha comum e a alcalina? Para os consumidores a alcalina dura mais como promete o comercial de televisão há mais de trinta anos. Mas, as diferenças estão presentes, principalmente, na composição das pilhas, além da capacidade.

Qual a diferença entre a pilha comum e alcalina?

Pilha Comum e Alcalina - Diferenças

Sabemos que as pilhas transformam energia química em elétrica. Considerando a comum, ela é um produto formado de zinco que possui pólo negativo e de carbono que possui pólo positivo. No contato interno na pilha comum ocorre uma mistura de dióxido de manganês, carbono, cloreto de zinco e amônio. A reação química ocorre quando os positivo e negativo são ligados externamente. Nessa reação há na qual o zinco libera elétrons que atravessam o circuito externo.

Porém, o dióxido de manganês, em contato com o carbono consome elétrons. Portanto essas transformações na química da pilha produzem energia.

Mas, para entender a diferença entre cada pilha, é necessário compreender a composição da pilha alcalina. A alcalina é composta por hidróxido de potássio e funciona da mesma forma na reação química. Porém, o hidróxido de potássio realiza a transferência de elétrons com mais facilidade acumulando maior quantidade de energia e dura mais tempo que a comum.

Por que a pilha alcalina é mais cara?

Como a substância de hidróxido de potássio é mais cara no mercado, acaba impactando no preço final da pilha alcalina. Quando pensamos nas diferenças, geralmente associamos logo o preço do produto, pois as alcalinas custam bem mais caro.

Benefícios da pilha

Além de compreender as diferenças devemos considerar que as pilhas são fontes de energia portátil, muito utilizadas em rádios portáteis, relógios, lanternas, brinquedos e eletrônicos em geral.

A maioria das pilhas podem ser utilizadas em diferentes aparelhos, equipamentos e dispositivos eletrônicos. Certas marcas de pilhas comuns e alcalinas podem ser recarregadas dependendo da sua composição. 

Tipos de pilhas

Pilha Comum e Alcalina - Tipos

Para entender as diferenças entre ambas é importante lembrar os três tipos de pilhas existentes no mercado. Temos as pilhas comuns, alcalinas e, também, as recarregáveis. Vejamos.

Pilha comum: composta por por zinco e carbono, que são respectivamente polo negativo e polo positivo. Ela é recomendada para telefones, rádios portáteis e lanternas.

Pilha alcalina: Com mesmo formato da comum, as alcalinas possuem a mesma operação química, mas são composta por hidróxido de sódio ou hidróxido de potássio, substância alcalina e não ácida. Elas armazenam mais energia e duram mais tempo. O seu uso é indicado para equipamentos que exigem muito uso.

Pilha recarregável: Apresenta componentes similares da comum, mas em sua composição externa aceita a instalação em tomadas de recarregamento de energia. Dependendo da marca da tomada, o processo de reposição de energia não acontece.

Conclusão

A verdade é que cada tipo tem a sua função e importância, portanto, ao conhecer as diferença entre elas, escolha conforme a sua necessidade. As alcalinas duram mais, são mais potentes, mas custam bem mais caras do que as comuns.

Nunca jogue pilhas usadas no lixo comum, procure postos de coleta que realizam o recolhimento das pilhas. O descarte irregular pode poluir lençóis freáticos e aterros sanitários. Fique esperto!