Postado por

Reciclar as embalagens descartáveis é a transformação ou recuperação dos insumos derivados do sistema de produção do ser humano.

Reciclagem de Embalagens Descartáveis

Partimos do princípio que nada se descarta e tudo se reutiliza, se baseia em transformar algo usado que é aparentemente inútil em algo novo, sustentável e eficiente.

A importância das embalagens descartáveis

As embalagens dos produtos são materiais descartáveis, em sua maioria não as utilizamos para mais nada e acabamos encaminhando-as diretamente à cesta de lixo.

Porém são elas que envolvem os produtos que consumimos em nosso dia-a-dia, e que sempre estamos indiretamente ou diretamente. A grande maioria das embalagens descartáveis, podem ser recicladas e reaproveitadas.

As embalagens descartáveis têm como função preservar e manter os produtos intactos durante transporte e no armazenamento dos mesmos. Nela também se encontra as informações básicas do produto como composição, peso e tipo de produto e etc.

Elas podem ser recicladas de acordo com suas características e são classificadas em quatro tipos: primárias, secundárias, terciárias e quaternárias.

Entendendo cada característica

  • As Primárias: são embalagens que ficam em contato direto, ou seja, ligadas aos produtos que envolvem. Ex: garrafa de refrigerante, pote de manteiga entre outros.
  • As Secundárias: são embalagens que envolvem outras embalagens que embrulham o produto. Ex: caixa de creme dental, caixa de cereaise etc.
  • As Terciárias: são embalagens que envolvem várias outras embalagens (primárias e secundárias) auxiliando no transporte da mesmas. Ex: sacolas plásticas, caixa de papelão e etc.
  • As Quaternárias: são embalagens que tem a função de juntar, movimentar, organizar e armazenar os produtos. Ex: paletes.

As embalagens de forma geral, contribuem diretamente para a poluição do meio ambiente e a maioria delas não são biodegradáveis.

Este é um dos principais motivos no qual a reciclagem é de suma importância, sendo uma ferramenta bastante eficiente, ecologicamente falando, pois podemos reutilizar esses materiais que certamente seriam descartados de maneira incorreta na natureza.

Reciclando as embalagens descartáveis

Atualmente algumas embalagens já vem com o símbolo de descarte seletivo e informando se a embalagem pode ser reciclada.

Ela possui as informações de classificação do seu tipo de material e como deve ser o seu descarte, é uma estratégia fundamental das empresas para conscientizar o consumidor sobre o descarte consciente.

Primeiramente precisamos identificar qual a classificação do material na embalagem, como plástico, vidro, metal, papelão, papel e após identificá-los devemos seguir as cores da coleta seletiva.

O ideal é separar cada material em diferentes sacos de lixos, e os do mesmo tipo, deverão ser colocados juntos.

Hoje em dia está mais fácil de encontrar as lixeiras de coleta seletiva espalhadas pela cidade, no entanto as mais comuns são:

  • Amarela: para metal;
  • Azul: para papel e papelão;
  • Verde: para vidro;
  • Vermelho: para plástico.

O segundo passo é achar um ponto de coleta, seja um centro de reciclagem ou lugares que tenham lixeiras com as respectivas cores de classificação do material para a reciclagem e depositá-los.

Certamente após fazer isso as embalagens descartáveis foram encaminhadas para o descarte eficiente.

A partir disso podemos pensar em consumo consciente de maneira que, quanto mais consumimos… mais descartamos.

Este foi um instrumento de tentar equilibrar os efeitos do consumo, utilizando o descarte eficiente a favor do meio ambiente, e com isso o planeta agradece.